Metafóra - Asas, olhos e fé

January 11, 2018

    

        Voando por cima de uma cidade, uma enorme águia perdida e solitária buscava seu alimento. Após passar por um longo período de reabilitação e desenvolvimento ela também buscava uma solução para saciar suas necessidades alimentícias, já que no período ao qual se reabilitava seu habitat haveria sido invadido por uma grande empresa de construções.  

      Ela estava na metade da sua vida, e nunca havia saído daquele habitat. Imaginava que ali sempre seria o seu lugar e que jamais precisaria buscar outro lugar para se instalar. Após ver a situação e a invasão que seu território havia sofrido, já não havia mais alimentos e ela teve que sair e buscar novos ares, um novo território para passar o resto da sua vida e sua sobrevivência. Ela só queria tranquilidade e um local com boas presas para sua alimentação. Sobrevoou cidades, florestas, porém apenas enxergava com seus velhos olhos, locais de pouco alimento. Andava buscando o grande e não chegava a lugar algum. Sua fome aumentava e ela resolveu invadir campos ao qual nunca havia se imaginado, se alimentou com o pouco e as pequenas coisas que aqueles lugares ofereciam, aquilo foi lhe dando energia para ir mais adiante. Nesse caminho encontrou grandes animais, ursos, leões, e outros predadores que sabiam onde estavam os melhores alimentos e as maiores caças.

       Ao avistar estes ela sabia que estava prestes a chegar onde queria, sabia que estava perto, mas mesmo que voasse alto ela não enxergava onde estava os melhores alimentos, estava na metade de sua vida, e sua visão não era mais a mesma, precisava de ajuda para chegar ao seu objetivo e ter uma nova vida. Se aproximar de outros predadores era a solução, apesar do risco e de sua dificuldade de se enturmar com outros animais, ela resolveu arriscar. Eles a recepcionaram de forma singela, e ao se depararem com a frustração da Águia resolveram ajuda-la. O Leão sabendo do que seria um habitat ideal e por ter andado centenas de quilômetros após grandes batalhas lhe disse onde ela se adaptaria, o Urso após suas longas hibernações e mudanças de ambientes lhe disse onde conseguir alimentos até chegar lá. Lhe deram também outros conselhos pois ela teria outros obstáculos, deixaram claro a ela que ela deveria seguir em frente, e acreditar, por que mesmo tão longe, ela iria chegar. Passaram a ela atalhos e um pouco de suas experiências que fizeram a Águia enxergar não só um caminho, mas também novas possibilidades de se reerguer e se reconstruir em outro habitat.

   Ela seguiu em frente, atravessou tempestades, se alimentou ao longo do caminho  encontrando alimentos nos lugares que o Urso havia lhe dito, isso fez com que ela acreditasse ainda mais nos conselhos daqueles velhos predadores. Independente das circunstâncias, ela acreditava, então depois de muita luta, persistência e paciência, a velha Águia chegou na montanha que ela sonhava, e lá ela se viu em um lugar muito melhor ao que ela havia vivido anteriormente, e ao olhar pra trás, se deu conta de tudo que ela fez pra chegar onde estava, e que tudo, apesar de toda dificuldade, valeu a pena.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

January 11, 2018

January 10, 2018

Please reload

Siga
  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Instagram - Black Circle